Avaliando a compra com isenção por faixas de preço

Leitor mandou uma interessante pergunta analisando modelos em três intervalos de valor
Toyota Etios Sedan 2017

Toyota Etios Sedan 2017 | Imagem: Divulgação

Minha isenção (Ipi Icms p/ pcd)está para sair e tenho dúvidas na compra. Usei o seguinte critério: Até 40 mil (talvez consiga à vista), tenho Prisma e Etios hatch,... perto dos R$ 45 mil tenho Spin e Etios sedã e no teto do valor de isenção: Corolla Gli e Renegade. Sei que comparo categorias diferentes, mas meu pré-requisito são modelos automáticos e não automatizados, com bom valor na revenda. Colocaria o Fit e o City, mas com isenção eles ficam perto de R$50 mil, nessa margem o financiamento muda muito pouco para Corolla e Renegade. Grato! - pergunta enviada por Frederico Kemper 

Frederico muito obrigado por enviar sua elaborada pergunta para o Guru dos Carros! Além disso, o exercício de separar os modelos por faixa de preço é tão interessante quanto elucidativo. 

Em primeiro lugar, eu também concordo com você ao escolher somente modelos com câmbio automático convencional, que oferecem bem mais conforto em relação aos automatizados como a linha Dualogic da Fiat ou I-Motion da Volkswagen. Os "soluços" a cada troca de marcha em veículos com esse tipo de transmissão não agradam. 

Partindo para as faixas de preço, recomendo a você optar pelo Toyota Etios nas configurações hatch e sedã nos dois primeiros casos. Apesar dos Chevrolet Prisma e Spin contarem com uma transmissão melhor, no caso de 6 marchas, o grande problema da dupla reside nos motores. O 1.4 do Prisma torna-se muito apático quando abastecido com gasolina, enquanto o 1.8 do Spin carece de maior eficiência, já que ele exagera no consumo. 

O Etios, por sua vez, deveria trazer uma caixa automática mais moderna, já que nesse aspecto suas 4 marchas ficam devendo. O que ajuda a salvar o modelo são os bons motores 1.3 e 1.5, que agora são fabricados no Brasil. Vale destacar que o Toyota oferece amplo espaço interno, suficiente para 5 adultos, superando com folga o Prisma nesse aspecto. O sedã, além do bom habitáculo compartilhado com o hatch, oferece porta-malas bem generoso. Fez muito bem ao Etios os aprimoramentos que a Toyota promoveu na linha 2017, com destaque para o painel de instrumentos digital e a central multimídia nas versões mais caras. 

Já na terceira faixa de preço, entre Jeep Renegade e Toyota Corolla, recomendo a você optar pelo primeiro. O Corolla que se enquadra no limite de compra com isenção de impostos, sendo representado pela versão GLi, é "pelado" demais não oferecendo sequer o rádio como item de série, algo inadmissível em um carro de sua categoria. O Renegade, por sua vez, além de contar com sistema de som, traz os controles de tração e estabilidade, além do freio de mão com acionamento elétrico, o que ajuda no conforto. Só não agrada no SUV compacto o consumo elevado e desempenho aquém do esperado em um produto moderno e na categoria na qual está inserido. 

Resumindo, Frederico, entre todas as opções levantadas, optar pelo Toyota Etios é sem sombra de dúvida o melhor negócio. 

Espero ter ajudado!

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru