Melhor aguardar o facelift para o Renault Captur ou adquirir o modelo atual?

Leitor tem um Renault Kwid, deseja seguir na marca e ficou com a dúvida acima
Em branco, o Captur atualmente vendido no Brasil; logo abaixo, o Kaptur russo com facelift

Em branco, o Captur atualmente vendido no Brasil; logo abaixo, o Kaptur russo com facelift | Imagem: Montagem Autoo sobre fotos de divulgação

Boa noite, Guru dos carros! Estou em um tremendo dilema que tem consumido minhas noites de sono. Tenho um Renault Kwid Intense ano 2019, que serve perfeitamente a mim e minha esposa. No entanto, com a minha família aumentando, gostaria de trocá-lo em um SUV. Pensei em continuar na Renault porque gostei da marca e ficar com o Captur. No entanto, seus preços ainda estão elevados (por volta de 86 a 90mil). Em comparação com o novo Duster, que tem muito mais itens de série e acessórios pelo mesmo valor. Andam algumas notícias na internet, que o Captur pode passar por renovação entre o final do ano e início de 2021. A questão é: vale a pena adquirir um captur por 84 mil ou aguardar a nova versão atualizada? Sou leitor do site e sempre leio suas matérias. Valeu, um abração! - pergunta enviada por Roger

Roger obrigado por enviar sua pergunta e participar do Guru dos Carros

O seu raciocínio é correto e preciso , sendo altamente recomendável aguardar pelo facelift do Renault Captur. 

As atualizações que o modelo vai receber por aqui deverão seguir em grande parte o que foi revelado em maio deste ano na Rússia

Externamente, o Captur vai receber aprimoramentos bem discretos, com destaque para uma nova grade dianteira, faróis com iluminação full-LED dependendo da versão, rodas de liga leve aro 17" com novo desenho, entre outros itens. Por dentro, a grande novidade será a introdução da central multimídia Easy Link, com tela ligeiramente maior do que a atualmente oferecida pelo Captur hoje em dia, alcançando 8" no modelo renovado. 

Talvez o atributo mais interessante que virá em conjunto com o facelift do Captur aqui no Brasil será a introdução do motor 1.3 TCe (com turbo e injeção direta) na gama nacional da Renault. Trabalhando em conjunto com uma caixa automática CVT, a dupla deverá proporcionar ótimo desempenho e consumo equilibrado ao modelo. 

Atualmente, tanto o Duster como o Captur carecem de conjuntos mecânicos mais avançados, com os dois SUVs deixando a desejar no quesito eficiência. 

Talvez, Roger, até mesmo o Duster possa receber o motor 1.3 turbo no médio prazo, por esse motivo vale a pena sim esperar pelo menos até o ano que vem para comprar um SUV compacto da marca. 

Considerando os preços atuais das versões topo de linha de Captur e Duster, a motorização turbo não deverá representar um acréscimo tão grande em termos de valor e o retorno em comportamento dinâmico será enorme. 

Logo, vale a pena sim ter um pouco de paciência e esperar até 2021 para realizar a substituição de seu Renault Kwid atual. 

Espero ter ajudado! 

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru