Devo trocar uma Chevrolet S10 flex pela futura Peugeot Landtrek?

Leitor tem a picape média da Chevrolet e está acompanhando a estreia da Landtrek no Brasil
Peugeot Landtrek 2020

Peugeot Landtrek 2020 | Imagem: Divulgação

Bom dia César, eu tenho uma S10 flex at 2018 e estou pensando em troca-la pela nova picape da Peugeot (quando flançada no Brasil). Eu li que sua motorização pode ser um 2.4 flex de 212 cv. Será que vou entrar numa fria? Muito obrigado - pergunta enviada por José 

José obrigado por enviar sua pergunta e participar do Guru dos Carros

A Peugeot Landtrek será revelada para os mercados da América do Sul amanhã, terça-feira, e talvez a fabricante antecipe os conjuntos mecânicos que a picape oferecerá no Brasil. De fato, se olharmos para o México, onde ela foi recentemente lançada, as variantes topo de linha adotam um motor 2.4 turbo a gasolina (poderá ser flex no Brasil). Ele está apto a trabalhar em conjunto com os câmbios manual ou automático e também terá as opções de tração traseira (4x2) ou 4x4. 

Com um projeto recente, a Landtrek promete oferecer atributos interessantes, como a maior caçamba da categoria, espaço interno bem aproveitado e versátil, além do cuidado com o design e o acabamento interno que são inerentes aos veículos de marcas francesas. 

Para começarmos a responder sua pergunta, é importante levarmos em consideração seu perfil de uso. 

É fato que, no segmento de picapes médias, a configuração "que manda" é a cabine dupla, 4x4, com motorização diesel e câmbio automático. Geralmente esse é o tipo de catálogo que conta com maior liquidez na hora da revenda e menor desvalorização. 

Porém, como você já conta com uma Chevrolet S10 com motorização flex, caso o modelo lhe atenda em termos do que você espera encontrar em uma picape levando em consideração o consumo e desempenho, creio que vale a pena sim esperar pela Peugeot Landtrek. 

Certamente a marca vai procurar realçar a alta eficiência do motor 2.4 sobrealimentado para atrair alguns consumidores que hoje pensam apenas em adquirir uma picape média a diesel. Esse mesmo motor provavelmente deverá entregar um patamar de performance superior e menor consumo em relação ao 2.5 flex aspirado que atualmente figura sob o capô de sua S10. 

A estratégia da Peugeot será ousada e, convenhamos, vai exigir um bom trabalho de convencimento do público. 

Sendo bem franco com você, será necessário aguardar um certo tempo para constatarmos como será a receptividade dos consumidores de picapes médias em relação à Landtrek, o que vai nos emitir um sinal mais concreto sobre as perspectivas para o longo prazo e a aceitação da novidade no mercado de usados. 

Do ponto de vista técnico, entretanto, tudo leva a crer que a Peugeot Landtrek entregará um interessante conjunto para quem deseja uma picape média flex. 

Logo, se você leva em consideração na escolha de um veículo critérios como liquidez, boa aceitação no mercado de usados, desvalorização mais controlada, entre outros pontos, eu aguardaria com cautela a estreia da Landtrek no Brasil. Por outro lado, se o que importa para você é apenas o critério técnico, então certamente terá na novidade da Peugeot uma boa pedida. 

Espero ter ajudado! 

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru