Escolhendo um modelo acessível e prático para o dia a dia

Leitora quer um modelo para rodar cerca de 65 km diariamente e viagens eventuais
Renault Kwid 2018

Renault Kwid 2018 | Imagem: Divulgação

Bom dia,Tizo, perdi meu carro em um acidente e vou receber cerca de 26mil da seguradora, quero dar entrada em um carro com esse valor e financiar o restante, ou entrar em um consorcio e dar um lance para pegar o carro, isso vai depender de valores. Estou na dúvida dos seguintes carros: Toyota Etios, Fiat Mobi, Fiat Argo, Hyundai HB20, Volkswagen Up!, Honda Fit, Renault Kwid.Sei que o Mobi e Kwid pago praticamente tudo com esse valor. (a depender do modelo).quero um carro para ir e vir do trabalho e faculdade, ando cerca de 65Km por dia, maior parte por estrada e não dentro da cidade, e realizar pequenas viagens. Consegue me ajudar - pergunta enviada por Gabriel Leal 

Gabriel obrigado por enviar sua pergunta e participar do Guru dos Carros

Acho interessante começarmos nossa análise do ponto de vista financeiro e, nesse caso, quanto mais você puder evitar qualquer formas de financiamento para adquirir seu próximo carro melhor será. Mesmo por meio do consórcio, que já é um meio de aquisição bem mais interessante que o financiamento, você ainda os custos com a taxa de administração e no fim acabará pagando um custo superior ao automóvel. 

Por isso, se com o dinheiro pago pela seguradora você conseguirá adquirir o Renault Kwid ou o Fiat Mobi praticamente à vista, creio que é mais interessante nos fixarmos nesses dois modelos. 

Entre eles, creio que a opção mais interessante é o Renault Kwid. 

O modelo de entrada da Renault tem um sua opção intermediária Zen, com preço na faixa de R$ 35.000, a opção mais interessante e equilibrada. Ela já sai de fábrica com os principais equipamentos de conforto e segurança, como ar-condicionado, direção assistida eletricamente, travas e vidros elétricos, além de rádio, airbag duplo frontal e freios ABS. 

A vantagem do Kwid sobre o Fiat Mobi reside no porta-malas bem maior do Renault, com capacidade na casa de 290 litros e portanto equiparando o Kwid nesse aspecto a hatches compactos posicionados um segmento acima do modelo. Isso, sem dúvida nenhuma, vai ajudar em suas viagens. 

Além disso, em termos de espaço interno, o Kwid é um pouco melhor do que o Mobi, o que ajuda caso você precise transportar mais gente. 

Com desempenho aceitável, outra vantagem do Kwid é o baixo consumo. Com gasolina, o Renault consegue entregar médias de 14,9 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada, números excelentes. Considerando o Fiat Mobi Drive manual, que conta com motor 1.0 também com 3 cilindros como o Renault Kwid, as médias do Fiat ficam em 13,7 e 16,1 km/l, respectivamente, também utilizando gasolina. 

O que conta muito a favor do Kwid é seu baixo peso, o que faz com ele entregue boas respostas ao volante seja nas rodovias ou na cidade, claro que respeitando os limites de um motor 1.0. O modelo é quase 200 kg mais leve que o Mobi dependendo da versão, uma diferença enorme e que não representa nenhuma perda em segurança

Logo, Gabriel, creio que escolher o Renault Kwid é uma decisão mais ponderada. 

Espero ter ajudado! 

 
 
Renault Kwid 2018
 
Renault Kwid 2018
Renault Kwid 2018
Renault Kwid 2018
 
Renault Kwid 2018
Renault Kwid 2018
Renault Kwid 2018
 
Renault Kwid 2018
Renault Kwid 2018
 
 

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru