Tracker Premier, Nivus Highline ou partir para um SUV premium seminovo?

Leitor deseja comprar um modelo na faixa de R$ 100 mil e pediu nossa análise
Chevrolet Tracker e Volkswagen Nivus

Chevrolet Tracker e Volkswagen Nivus | Imagem: Montagem Autoo sobre fotos de divulgação

Caro César, como todos os seus leitores, parabenizo vc por esse site que nos ajuda muito. Minha dúvida: entre 100 e 115 mil reais, a melhor compra fica entre um Tracker ou Nivus top linha ou um carro linha premium usado (Audi Q3, BMW, Mercedes, Compass, Evoque, etc...). Obrigado! - pergunta enviada por Daniel 

Daniel obrigado por enviar sua pergunta e participar do Guru dos Carros

A questão colocada por você é excelente e nos permite refletir sobre algumas escolhas em especial em um intervalo de preço que nos abre tantas boas opções como você bem selecionou. 

Começando pelos dois modelos 0 km, se o orçamento permite alcançar a versão topo de linha do Chevrolet Tracker, creio que é uma escolha mais interessante. 

O preço do SUV em sua configuração Premier supera com folga o do Nivus Highline, mas o Tracker só fica devendo o piloto automático adaptativo e ainda traz uma lista de equipamentos muito mais robusta. Encontramos nele, por exemplo, o sistema de alerta de colisão com frenagem automática de emergência, teto solar, alerta de pontos cegos, assistente de estacionamento, entre outros recursos avançados. 

O Tracker traz uma concepção muito boa, com um eficiente motor 1.2 turbo na versão Premier, além de uma cabine espaçosa e confortável e um porta-malas equilibrado com seus 393 litros. 

Migrar ou não para um SUV premium usado dependerá muito do seu perfil de consumidor, Daniel. 

No caso do Tracker, caso ele for a sua escolha, você contará com a tranquilidade dos 3 anos de garantia e um custo de manutenção mais acessível dependendo do modelo que você escolher. Também devemos levar em consideração, o fato de que o Tracker Premier não fica devendo em nada em termos de eletrônica embarcada mesmo se você compará-lo com SUVs compactos premium. 

É claro que um modelo como um Audi Q3 seminovo, por exemplo, entregará o refinamento dinâmico superior que tipicamente encontramos nesses automóveis. 

Na mesma faixa de preço considerada para Tracker Premier e Nivus Highline, já podemos encontrar unidades do Q3 com motor 1.4 TFSI com cerca de três anos de uso. Contudo, apesar de algumas delas contarem com equipamentos de estilo como o teto solar panorâmico, você não terá no Audi citado dispositivos de segurança avançados como os que o Tracker Premier oferece.

Interessante ponderar que SUVs premium seminovos ou usados que você consegue adquirir em um intervalo de preço semelhante ao considerado aqui, aproximam-se de uma fase em que manutenções preventivas mais onerosas, como a troca de pneus ou amortecedores, por exemplo, se tornarão mais frequentes. O custo dessas peças geralmente é um pouco mais alto se comparado ao de modelos nacionais, portanto é bom ponderar tudo isso. Itens de reposição, como uma lanterna ou um farol danificado, também podem ter um preço mais caro na mesma medida. 

De qualquer forma, muito por mérito do interessante conteúdo de série que oferece, creio que o Tracker Premier é uma escolha bastante sensata. 

Espero ter ajudado! 

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru