Uma Toro Volcano 2017 ou um Mercedes-Benz GLK 220 CDI 2015?

Leitor está em dúvida entre a picape e o SUV, ambos com motores diesel, e pediu a ajuda do Guru dos Carros
Mercedes-Benz GLK e Fiat Toro

Mercedes-Benz GLK e Fiat Toro | Imagem: Montagem Autoo sobre fotos de divulgação

Fiat Toro 2.0 volcano 2017 completa ou Mercedes-Benz GLK 220 CDI 2015 com garantia de mais 1 ano da Mercedes - pergunta enviada por Eduardo 

Eduardo obrigado por enviar sua pergunta e participar do Guru dos Carros

Sua questão é bem interessante, uma vez que nos permite contrapor dois modelos completamente distintos, mas com uma ampla lista de qualidade. De um lado temos um SUV premium e, de outro, uma picape de excelente aceitação no Brasil, ambos com motorização diesel e sistema de tração integral. 

Particularmente falando, Eduardo, creio que o Mercedes-Benz GLK na sua configuração 220 CDI diesel entrega um conjunto muito especial. 

Apesar do padrão de acabamento elevado, é necessário destacar que ele é um projeto da década passada, portanto não espere encontrar uma central multimídia muito avançada, por exemplo. O visual da cabine também já está datado, portanto é bom ter isso em mente. \

Mas na parte técnica o Mercedes-Benz GLK 220 CDI esbanja vitalidade e predicados. Seu motor 2.1 turbodiesel com 170 cv e generosos 40,8 kgfm de torque conferem boa agilidade ao modelo com a vantagem do baixo consumo, com médias na casa de 10 km/l na cidade e 14 km/l na estrada. O GLK turbodiesel ainda se destaca pela suavidade do seu motor e é beneficiado pela presença do câmbio automático de 7 marchas e recursos como o start-stop para ajudar ainda mais na economia em ciclo urbano. 

Para quem quer dar uma escapadinha do asfalto ou apenas está de olho em uma segurança dinâmica maior, o sistema de tração integral permanente do GLK 220 CDI ajuda a torná-lo um modelo bastante seguro e versátil. 

Ainda na cabine do Mercedes-Benz encontramos espaço interno suficiente para 4 adultos e uma criança (o túnel central traseiro elevado tira um pouco de espaço para as pernas dos ocupantes do banco traseiro) e um bom porta-malas com capacidade para 450 litros de bagagem. 

Claro que a Fiat Toro tem o apelo de ser um modelo mais recente, portanto com uma cabine mais moderna e um visual mais arrojado, porém ainda considero que o SUV da Mercedes-Benz vai lhe entregar um conjunto técnico e mecânico superior. 

Só fique atento que o Mercedes-Benz GLK é um carro premium, portanto seu custo de manutenção (peças e revisões) tende a ser mais elevado do que os de um carro de uma marca generalista como a Fiat, portanto é bom levar esse aspecto em consideração. 

Espero ter ajudado!  

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru