Uso em estradas vicinais: optar por uma picape média usada ou uma compacta 0 km?

Leitor já foi dono de uma picape média e deseja saber qual é a melhor escolha
Fiat Strada 2021

Fiat Strada 2021 | Imagem: Divulgação

Prezado César, Moro no interior do MA e pelo menos duas vezes por mês transito em estradas vicinais. Já possuí uma Nissan Frontier 0 km e atualmente faço esses percursos num Honda HR-V. Pretendo adquirir novamente uma pick-up, mas fico na dúvida se invisto numa usada categoria média ou, sendo nova, numa Oroch ou Strada? O que você sugeriria? - pergunta enviada por Oberdan 

Oberdan obrigado por enviar sua pergunta e participar do Guru dos Carros

Sua pergunta é interessante e nos faz considerar muitas variáveis para chegarmos ao modelo mais adequado ao seu uso. 

As distâncias que você percorre são longas? As estradas não pavimentadas registram uma participação elevada dentro do que roda todos os anos? Se você respondeu "sim" para essas duas perguntas, talvez seja mais interessante você migrar para uma picape cabine dupla, em especial as dotadas de motorização diesel, sobretudo pelo menor custo por quilômetro que elas irão lhe proporcionar. Além disso, ao optar por um modelo com tração 4x4 você estará mais preparado para eventuais situações inesperadas no caminho, como uma chuva mais forte que possa comprometer a aderência do piso no caso de uma estrada de terra. 

A robustez natural das picapes médias favorece a durabilidade do veículo no caso de um uso frequente por caminhos com imperfeições, em especial para quem tem a necessidade de transportar cargas ou volumes mais pesados.  

Por outro lado, se as estradas vicinais que você trafega estão em bom estado e você não precisa de uma caçamba para uma tonelada de carga como as picapes médias diesel entregam, nesse caso eu acredito que modelos como a Fiat Strada em sua nova geração podem cumprir muito bem esse papel. 

A Strada não deixa de trazer soluções de robustez interessantes para uma picape compacta, como pode ser visto no eixo traseiro rígido. É claro que ela não vai oferecer o mesmo nível de espaço interno que o seu Honda HR-V atual, porém a caçamba com uma capacidade volumétrica superando os 800 litros na carroceria cabine dupla pode funcionar como um excelente "porta-malas". 

A vantagem da Strada reside também no conjunto mecânico eficiente formado pelo motor 1.3 e o câmbio manual de 5 marchas. Em breve, é bom destacar, a picape contará com um importante reforço de uma configuração automática CVT. Por contar com uma estrutura monobloco, a Strada apresenta um rodar bem mais suave em relação a uma picape média convencional, o que torna os deslocamentos mais confortáveis, bem como as respostas ao volante naturalmente mais equilibradas. 

Eu recomendaria a Strada em relação à Renault Duster Oroch sobretudo pelo fato da picape da Fiat contar com os importantes controles de tração e estabilidade, dupla ausente na Oroch. A Strada cabine dupla ainda reforça a segurança a bordo com a presença dos 4 airbags. 

Com o uso de uma plataforma bem mais avançada em relação à primeira geração, a nova Strada mostra-se um automóvel "parrudo" para as necessidades do dia a dia e conta com uma ajuda pontual do sistema de bloqueio eletrônico do diferencial, chamado pela Fiat de E-Locker, para retirar o modelo de situações pontuais no uso fora de estrada. 

Logo, creio que, se não estivermos falando de um uso muito extremo do seu automóvel, creio que uma picape compacta como a Fiat Strada dará conta do recado. Agora, se você precisa encarar estradas de terra, trilhas mais extremas ou percorre longas distâncias, creio que uma picape média seria mais adequada. 

Espero ter ajudado! 

 

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru