Vale a pena comprar um Mitsubishi Lancer no momento?

Leitor quer saber se o sedã pode trazer novidades em breve e pediu nossa opinião
Mitsubishi Lancer 2018

Mitsubishi Lancer 2018 | Imagem: Divulgação

Olá César. Tudo bem? Parabéns pelo seu trabalho. Sou muito fã dos seus comentários. Pois bem. Estou interessado em adquirir um Mitsubishi Lancer. No entanto, li algumas reportagens que afirmam que sua produção será descontinuada. Indago-lhe: procede essa informação? Caso negativo, haverá alguma mudança no modelo 2020 - pergunta enviada por João Filho  

João obrigado por enviar sua pergunta e participar do Guru dos Carros

Até o momento, segundo o que a Mitsubishi nos informa, o Lancer segue produzido aqui no Brasil sem grandes alterações. O modelo, inclusive, já está em sua linha 2019, o que nos sugere uma sobrevida de pelo menos um ano ao sedã. 

O que não está no horizonte, contudo, é uma nova geração do Lancer por aqui. Atendendo aos pedidos e anseios do público que deseja cada vez mais utilitários esportivos, a Mitsubishi deverá focar sua linha de produtos no futuro apenas em SUVs e picapes. A tendência ficou ainda mais forte após a marca tornar-se mais um membro da aliança Renault-Nissan. O grupo franco-japonês deverá se beneficiar da forte identificação da marca Mitsubishi com o universo off-road para ganhar relevância no segmento. 

Particularmente falando, o Mitsubishi Lancer é um modelo com muitas qualidades, como o comportamento dinâmico, porém já é um modelo que mostra-se datado frente ao que encontramos hoje no mercado. 

Atualmente, com o que é cobrado nas versões HL (R$ 74.990) e HL-T (R$ 79.990), você pode adquirir sedãs muito mais modernos e completos. Um Volkswagen Virtus Highline hoje em dia custa R$ 80.485 com revestimento interno de couro e entrega um habitáculo muito mais espaçoso em relação ao Lancer, isso sem falar no projeto mais recente e utilizando uma das plataformas mais avançadas do mercado, o que lhe rende alto nível de segurança, silêncio a bordo e dirigibilidade. O porta-malas do Virtus também é maior e o modelo da Volkswagen ainda traz sob o capô o interessante motor 1.0 TSI flex, que graças ao turbo e o uso de injeção direta, consegue entregar até um pouco mais de torque (20,4 kgfm) que o 2.0 aspirado (20,1 kgfm) e somente a gasolina do Lancer. 

O Virtus Highline também sai de fábrica tão bem equipado quanto o Lancer HL-T e pode não oferecer o mesmo "status" nas ruas, mas é uma opção que vale a pena você considerar. O VW, nessa versão, ainda conta com chave presencial e ar-condicionado automático digital, 4 airbags e os importantes controles de tração e estabilidade, recursos que você não vai encontrar mesmo no Lancer mais caro. Por mais R$ 4.085 você pode equipar o Virtus Highline com recursos como o painel de instrumentos digital que opera em conjunto com a central multimídia, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, câmera de ré, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, detector de fadiga, dentre outros. 

Espero ter ajudado! 

 
 
Mitsubishi Lancer 2018
 
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
 
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
 
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
 
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
 
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
 
Mitsubishi Lancer 2018
Mitsubishi Lancer 2018
 
 

Pergunte para o Guru dos Carros!

Tem uma dúvida a respeito de um veículo que está interessado? Envie sua questão para o Guru!


Clique no botão abaixo e acesse o formulário.

Pergunte para o Guru